sábado, 31 de maio de 2014

Situação I

Olhei pela janela,
o vento passava e eu não via,
a vida vivia e eu não olhava,
o tempo corria mas não me ultrapassava.
Todo o resto era suspenso na imagem da imaginação,
na verdade estamos sós preenchidos

TUDO MENTIRA!

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Quem tem tempo que tempere

E eu parei, estacionei em vaga proibida, desci pra cuidar de umas coisas e perdi o carro de vista.
Volto, ainda meio zonzo, ainda que não bem volte, preciso esquentar as baterias há muito paradas.
No entanto, trago pro carro muitas coisas, interessantes ou não, são coisas.
.
.
.
Será que eu perdi a mão e não sei mais dirigir? Ou só cresci e não caibo mais no carro?
O tem podirá?